Pesquisa

Carregando...

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

OLHE PARA JESUS

OLHE PARA JESUS

Hebreus 12.1-2

 

Este texto nos apresenta:

 

1.    O "ponto" onde devemos focar o nosso olhar.

 

Ø  Jesus é o "ponto", ou o "alvo".

Ø  Meu olhar não deve estar focado em mim mesmo.

Ø  Meu olhar não deve estar focado nas outras pessoas.

Ø  Não devo desviar meu olhar de Jesus para as críticas que me fazem.

Ø  Nem mesmo devo desviar meu olhar de Jesus para os elogios que me fazem. Grandes homens de Deus têm caído porque, como dizem as Escrituras, "a soberba precede a ruína".

Ø  Pedro desviou seu olhar de Jesus e afundou.

Ø  Depois Pedro manteve seu olhar focado em Jesus e pode, juntamente com os demais apóstolos, com ousadia, responder às autoridades e ao Sumo Sacerdote que os admoestaram a não ensinar mais em nome de Jesus: "Mais importa obedecer a Deus do que aos homens".

 

2.    O estímulo advindo do testemunho de pessoas que tiveram seu olhar focado... (capítulo 11)

 

Ø  Histórias de fé nos estimulam. Temos muitas nas Sagradas Escrituras e fora dela, na história do Povo de Deus...

Ø  "Quando eu morrer, o que dirão? Deixarei um testemunho que perdurará?"

 

3.    Obstáculos a vencer.

 

Ø  Embaraço – Peso, algo que nos atrasa na caminhada cristã, mas que não é pecaminoso em si mesmo.

o   Vou dar um exemplo bem clássico: uma pessoa que escolhi para namorar – se eu sou jovem cristão, ou, ainda que não jovem, mas solteiro/viúvo/sozinho, tenho que pensar bem nessa questão. Se percebo que a pessoa vai mais me atrapalhar que ajudar, tenho que renunciar enquanto é tempo. Já ouvi muitas vezes a fala: "fulano(a) ia bem, até que arranjou um(a) namorado(a)".

o   Embaraço, peso, "agente atrasador", pode ser também um veículo novo que você comprou e que agora lhe leva para "outras bandas"... Pode ser um título em um local de lazer pra onde você vai agora todos os finais de semana (sumiu da igreja)... pode ser uma propriedade, pode ser dinheiro, pode ser o amor ao conforto... enfim, é qualquer coisa que atrapalhe – Talvez você não possa se livrar de algumas dessas coisas, mas pode não deixar que elas lhe sirvam de embaraço. Vença o embaraço!

Ø  O pecado que tão de perto nos rodeia, ou "tenazmente nos assedia"...

o   Talvez aqui se refira ao pecado em geral, mas sempre há "aquele pecado" que nos perturba mais, que nos "atrai mais". Para mim pode ser um e para você igual ou outro diferente...

o   Qual é o pecado que "tão de perto lhe rodeia"?

 

Pr. Walmir Vigo Gonçalves

prwalmir@hotmail.com

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Satanás, o enganador

SATANÁS, O ENGANADOR

 

Fonte extrabíblica principal para este estudo: "A Estratégia de Satanás – Como Detectar e Derrotá-lo" (Warren W. Wiersbe – Editora Batista Regular)

 

“Vós tendes por pai ao diabo e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.” (João 8:44 RC)

 

 “E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o diabo e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.” (Apocalipse 12:9 RC)

 

 “Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos e se apartem da simplicidade que há em Cristo.” (2 Coríntios 11:3 RC)

 

 “Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos, mas, do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais. Então, a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis. Porque Deus sabe que, no dia em que dele comerdes, se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal. E, vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela. Então, foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.” (Gênesis 3:1-7 RC)

 

I. O ALVO DE SATANÁS COMO ENGANADOR: SUA MENTE

 

01. Quando Satanás desejou levar nossos primeiros pais a pecar, começou atacando a mente da mulher. Isso está bem evidente em 2 Coríntios 11.3:

 

“Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos e se apartem da simplicidade que há em Cristo.” (2 Coríntios 11:3 RC)

 

"Sentidos" (nohma/ noema) = percepção mental (por isso a ARA traduz por "mente")

 

02. Por que Satanás deseja atacar a nossa mente? A resposta é relativamente simples: é porque a nossa mente é o que nos capacita a, além de lembrar e entender, também pensar moral e espiritualmente. A nossa mente faz parte da imagem de Deus e é por ela que entendemos a vontade de Deus.

03. Se Satanás consegue fazer você acreditar em uma mentira, então ele pode iniciar em sua vida um trabalho que o levará ao pecado. Por isso é que ele ataca a mente e por isso é que devemos proteger as nossas mentes dos ataques do maligno.

04. Escrevendo aos Filipenses, no verso 8 do capítulo 4, Paulo diz:

 

“Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.” (Filipenses 4:8 RA)

 

05. Em outras palavras, Paulo está dizendo que não devemos deixar que coisas que não possuam essas virtudes ocupem, encham, nossa mente.

06. Acontece que satanás, sabendo da importância que tem a nossa mente, e tendo-a como um de seus alvos, todos os dias a ataca tentando ocupá-la com pensamentos, raciocínios, percepções, lembranças, etc, que nos afastam da vontade de Deus para nós e, consequentemente, do próprio Deus.

07.  O exemplo mais clássico é o de Eva, sobre o qual vamos falar daqui a mais um pouquinho...

a.    mas tem também o exemplo de Davi, cuja mente ficou completamente tomada pela imagem de Bate-Seba, filha de Eliã e mulher de Urias, tomando banho;

                                  i.    Precisamos cuidar para que satanás não encha a nossa mente com essas imagens. Hoje os seus recursos ganharam tremendos reforços, sendo talvez o maior deles a internet (o problema não está na internet em si, mas no uso que fazemos dela);

                                ii.    E precisamos cuidar para que nós mesmos não sejamos "matéria prima" de satanás... (preguei numa igreja que tinha uma mulher com uma saia tão curta que, na dúvida, pedi a Ester para olhar e conferir se era saia mesmo);

b.    tem também o exemplo dos concidadãos de Zaqueu que encheram a mente de maus pensamentos acerca de Jesus porque ele se hospedaria na casa de Zaqueu, um "pecador";

                                  i.    Temos que tomar cuidado para que satanás não encha a nossa mente com pensamentos de que determinadas pessoas são e sempre serão indignas por causa do que fazem ou fizeram... Ora, as pessoas podem se arrepender verdadeiramente;

c.    tem também o exemplo de Caim que deixou a sua mente ser tomada por pensamentos e sentimentos ruins, porque Deus aceitara o sacrifício de seu irmão Abel, mas não o seu, e acabou por matar o próprio irmão;

                                  i.    Temos que cuidar para que satanás não encha a nossa mente de inveja, de ira, de autocomiseração, diante daquilo que outros estão fazendo e que às vezes é maior e melhor do que o que fazemos.

d.    tem também o exemplo do irmão do filho pródigo cuja mente foi cheia do pensamento de que o comportamento do pai era inadequado diante do que fizera aquele seu irmão ingrato.

                                  i.    Temos que cuidar para que satanás não inunde nossa mente com tais pensamentos, que depois se transformam em críticas...

e.    tem também o exemplo do fariseu que foi ao templo orar quando ali também estava a orar um publicano... Lembram-se? A mente do fariseu estava cheia de autodignidade com base em suas virtudes pessoais. Mas, conforme Davi reconheceu no Salmo 51, tudo o que somos e mesmo tudo o que podemos oferecer, se não for acompanhado por um coração quebrantado e contrito não tem valor diante de Deus. É por isso que Jesus disse aos principais dos Sacerdotes e aos anciãos do povo que os publicanos e as meretrizes entravam adiante deles no reino de Deus (Mateus 21)

                                  i.    Cuidemos para que satanás não encha nossas mentes com esse espírito de dignidade divorciado do coração quebrantado e contrito.

f.     tem também o exemplo de Diótrefes, da mesma igreja de Gaio. Gaio era um crente exemplar, segundo João em sua terceira carta, mas Diótrefes era um crente que havia deixado satanás encher a sua mente com a ideia de que ele deveria ter a primazia sobre todos os demais, e também satanás lhe encheu a mente de palavras maliciosas contra João e outros missionários itinerantes que às vezes passavam por lá;

                                  i.    Lugar de primazia é lugar de Jesus Cristo; o dono da igreja é Jesus Cristo; o cabeça da igreja é Jesus Cristo.

g.    tem o exemplo Evódia e Síntique. A referência está em Filipenses 4.2 e 3. No verso 3 Paulo fala delas com carinho, rogando para que elas fossem ajudadas, pois juntas, em um tempo passado, elas havias se esforçado junto com Paulo pelo evangelho. Mas no verso 2 Paulo aponta o fato de que naquele momento elas estavam com as mentes cheias de discórdia, tomadas por uma disputa que só atrapalhava a vida de seus irmãos em Filipos.

                                  i.    Satanás sabe que uma casa dividida contra si mesma não pode subsistir, então cuidado porque ele vai tentar encher sua mente de um espírito faccioso, partidário, de choque, de desacordo, de  contenda,de desarmonia, de confronto, de conflito, de disputa... é tudo a mesma coisa, mas usei estas muitas palavras para reforçar bem.

08. Nunca nos esqueçamos, irmãos: nossa mente é alvo de satanás. E ela só não sofre ataque quando estamos dormindo... "talvez" (Tem uma propaganda da seara que mostra uma mulher que ficou "uma fera" porque sonhou que ninguém gostou da sua feijoada... acho que esse tipo de coisa às vezes acontece, e se acontece, então satanás ataca nossa mente até quando estamos dormindo)

 

II. UMA DAS GRANDES ARMAS DE SATANÁS: A MENTIRA.

 

01. Bem, aqui é que vamos usar Eva como exemplo. Então, se você quiser pode abrir sua Bíblia em Gênesis 3 para dar uma olhada.

02. Satanás abordou Eva na forma de serpente, como um sutil enganador. Apocalipse 12.9 faz menção à "... antiga serpente, que se chama diabo e satanás, o sedutor de todo o mundo" em quem, segundo Jesus em João 8.44, "... não há verdade... porque é mentiroso e pai da mentira".

03. Então, satanás é enganador sutil, mentiroso e pai da mentira. Sua grande arma é a mentira. E foi com mentira e muita sutileza que ele se aproximou de Eva.

04. É importante observar os sutis passos que satanás deu para levar Eva a acreditar em sua mentira. Foram três passos:

a.    Ele questionou a Palavra de Deus: "É assim que Deus disse ... ?" Ele, a princípio, não negou o que Deus dissera; simplesmente questionou se Deus tinha realmente dito o que Eva pensava que ele dissera. "Talvez você tenha entendido mal o que Deus disse", é a sugestão de Satanás. "Você tem obrigação de repensar o que ele disse". E preciso notar que nessa sugestão Satanás está também questionando a bondade de Deus. "Se Deus realmente amasse vocês, não lhes negaria nada". Ele tentou o mesmo método com nosso Senhor no deserto: "Se você é o Filho amado de Deus, por que está com fome?"

b.    Ele negou a Palavra de Deus: "É certo que não morrereis!" Do questionamento da Palavra de Deus para a sua negação há apenas um pequeno passo. Naturalmente, nem Adão nem Eva jamais haviam visto a morte. Tudo o que eles tinham era a Palavra de Deus, mas era tudo quanto necessitavam. Se Eva não tivesse dado ouvidos ao questionamento da Palavra de Deus, feito por Satanás, jamais teria caído na sua armadilha quando ele negou a Palavra de Deus.

c.    Ele substituiu a verdade com uma mentira sua: " ... como Deus, sereis ... " Adão e Eva tinham sido feitos à imagem de Deus, mas Satanás os tentou com um privilégio ainda maior: serem iguais a Deus! Essa era, naturalmente, a grande ambição de Satanás quando ainda era Lúcifer, o angélico servo de Deus:

 

“Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filha da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações! E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, e, acima das estrelas de Deus, exaltarei o meu trono, e, no monte da congregação, me assentarei, da banda dos lados do Norte. Subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo.” (Isaías 14:12-14 RC)

 

Satanás é um ser criado, uma criatura; mas ele queria ser adorado e servido como o Criador. Foi essa a atitude que o levou a rebelar-se contra Deus e buscar estabelecer o seu próprio reino. "Como Deus sereis" é uma mentira gigantesca que tem controlado a civilização desde a queda do homem. De muitas formas os homens em geral estão ignorando Deus e endeusando a si mesmos e, portanto, estão nas mãos de satanás, favorecendo o jogo dele.

 

05. E como Eva respondeu a satanás? Bem, a forma como ela respondeu está lá no texto e há muitas considerações sobre isso, mas eu gostaria de destacar apenas que ela respondeu "vacilando", cedendo às sutilezas de satanás, até ao ponto de desobedecer completamente a Deus e comer do fruto proibido; ela e depois Adão também.

06. O que Eva deveria ter feito?

a.    Não deveria ter ido para ali olhar para a árvore;

b.    Não deveria ter dado ouvidos à serpente;

c.    Deveria resolutamente ter dito que sobre aquela árvore não queria nem conversa porque conhecia muito bem a ordem de Deus sobre comer de seu fruto;

d.    Deveria ter "corrido" dali...

07. Mas satanás "bombardeou" a mente de Eva com um misto de verdade e mentira, com sutileza, portanto, e ela se deixou enganar.

08. A mentira é a grande arma de satanás. Por trás de toda a verdade que ele possa dizer há uma mentira.

09. Até a sua manifestação é uma mentira; ele não se manifesta da forma como ele realmente é; ele não é uma serpente, literalmente falando, mas se manifestou na forma de uma.

10. Então,

a.    Ele pode se manifestar na forma de cristão (ou: através de falsos cristãos)

                                  i.    Em 2 Coríntios 11.26 Paulo fala sobre falsos irmãos, que lhe ofereciam perigo;

                                ii.    Em Mateus 13, numa parábola, Jesus mostra que há pessoas que parecem "trigo", mas que são "joio".

b.    Ele pode manifestar-se apresentando algo que parece evangelho, mas que é um evangelho falsificado;

c.    Ele pode manifestar-se na forma, ou "através" de ministros do evangelho falsificados. Em 2 Coríntios 11.14 e 15 Paulo fala que o próprio satanás se transforma em anjo de luz e que não é de admirar, portanto, que seus ministros se passem por ministros da justiça.

d.    Ele pode manifestar-se através de uma igreja falsificada, com doutrinas que não são as doutrinas de Deus. Veja:

 

“Eu sei as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus e não o são, mas são a sinagoga de Satanás.” (Apocalipse 2:9 RC)

 

“Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios,” (1 Timóteo 4:1 RC)

 

e.    E tudo isso vai culminar, naturalmente, no aparecimento de um cristo falsificado, o anticristo, que vai aceitar em nome de satanás a adoração e o culto de todo o mundo. Veja:

 

“e, então, será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; [a esse] cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais, e prodígios de mentira, e com todo engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem.” (2 Ts 2:8-10 RC)

 

“E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.” (Apocalipse 13:8 RC)

 

11. Satanás, o enganador, tem como alvo a sua mente, e a grande arma dele é a mentira. Não é só a mentira, mas a mentira é sua grande arma. E mesmo naquelas coisas onde não houve uma mentira que nos fez cair, a mentira termina por se fazer presente. Por exemplo: Conheci uma igreja que começou bem, mas o tempo passou, houve alguns desgastes, alguns desentendimentos, os conflitos de gerações vieram e a igreja tornou-se internamente dividida, cada um firme no seu próprio entendimento, cada um pensando que certo é ele e... tudo bem!!! Continuemos assim, disseram eles. Não há nenhum problema!... Mentira! Olha ela, a mentira, aí! Não está tudo bem! Aquela igreja precisa se quebrantar; precisa se humilhar e orar, se arrepender de seus maus caminhos e buscar a face do Senhor para que Ele a sare... ela está enferma...

12. Então, repetindo, satanás tem como alvo sua mente, e a grande arma dele é a mentira. Mas, qual o seu (de satanás) grande propósito? 

 

III. O GRANDE PROPÓSITO DE SATANÁS COMO ENGANADOR: FAZÊ-LO IGNORAR A VONTADE DE DEUS

 

01. No que diz respeito à Sua vontade, Deus quer:

a.    Que a conheçamos – Atos 22.14: “E ele disse: O Deus de nossos pais de antemão te designou para que conheças a sua vontade, e vejas aquele Justo, e ouças a voz da sua boca.” (Atos 22:14 RC)

b.    Que a entendamos – Efésios 5.17; Colossenses 1.9: “Pelo que não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.” (Efésios 5:17 RC) / “Por esta razão, nós também, desde o dia em que o ouvimos, não cessamos de orar por vós e de pedir que sejais cheios do conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e inteligência espiritual;” (Colossenses 1:9 RC)

c.    Que a cumpramos – Efésios 6.6: “não servindo à vista, como para agradar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus;” (Efésios 6:6 RC)

02. Mas Satanás quer que a ignoremos. Esse é o seu propósito, o qual, muitas vezes, ele consegue atingir.

03. Há poucas semanas, em Junho, pensamos em como nós estamos ouvindo a Palavra de Deus, olhando para a observação de Jesus em Lucas 8.18: "Vede como ouvis"; e citamos alguns exemplos de pessoas que ouviram mas agiram em desconformidade com a Palavra. Estes exemplos bem nos servem aqui como demonstrações de como Satanás consegue muitas vezes atingir o seu propósito de fazer-nos ignorar a vontade de Deus. Vejamos esses exemplos:

a.    Adão e Eva – Iludidos por Satanás, ignoraram a vontade de Deus dando mais crédito à voz do inimigo –Gênesis 2.15-17 e 3.1-6.

b.    Caim – Deixou Satanás encher sua mente de ódio e outros sentimentos mais ruins e ignorou a vontade de Deus, que era que ele "fizesse bem" e controlasse a ira em seu coração – "O pecado jaz à porta" – Gênesis 4.1-8

c.    Saul – Ignorou a vontade de Deus e ainda deu desculpas. Satanás o enganou fazendo-o pensar que se fosse por um bom motivo podia fazer diferente daquilo que Deus dissera – 1 Samuel 15.1-23

d.    Judas Iscariotes – Ouviu e viu grandes palavras e grandes feitos, mas ignorou e traiu a Jesus – A história está registrada ao longo dos evangelhos e é bem conhecida nossa.

e.    Os Gálatas – Ouviram bem, mas, enganados, ignoraram, esqueceram e logo se desviaram para outro evangelho – Gálatas 1.6-9

f.     Na explicação da parábola do Semeador, Jesus diz que há os que, não tendo raiz profunda e tentados e ludibriados pelo inimigo, terminam por ignorar a vontade de Deus e se afastam.

04. E Satanás trabalha hoje para nos fazer ignorar a vontade de Deus.

a.    Ele trabalha para que a ignoremos por falta de conhecimento

                                  i.    Ele trabalha para que percamos o interesse por ou não encontremos tempo para ler / estudar a Palavra de Deus – E assim deixamos de olhar para Deus para a Sua vontade, e pode ser dito a nós o mesmo que foi dito a Israel através do profeta Oséias quando deliberadamente eles trilharam pelo caminho da ignorância: “O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos. Como eles se multiplicaram, assim contra mim pecaram; eu mudarei a sua honra em vergonha. Alimentam-se do pecado do meu povo e da maldade dele têm desejo ardente. Por isso, como é o povo, assim será o sacerdote; e visitarei sobre ele os seus caminhos e lhe darei a recompensa das suas obras. Comerão, mas não se fartarão; entregar-se-ão à luxúria, mas não se multiplicarão; porque deixaram de olhar para o SENHOR.” (Oséias 4:6-10 RC)

-        A distração é um do recursos de Satanás para isso.

b.    Ele trabalha para que a ignoremos por falta de sintonia com o Espírito Santo de Deus – O Espírito Santo Ensina a Palavra, faz lembrar a Palavra, nos ajuda a não cumprirmos as concupiscências da carne quando andamos Nele... Portanto, é Ele quem nos ajuda a cumprir a Palavra de Deus, e então é do interesse de satanás que percamos essa sintonia. Pecado, distração, inquietude mental, falta de oração, incredulidade, são, dentre outras, alguns dos recursos de satanás para isso.

c.    Ele trabalha para que a ignoremos por falta de crer que realmente vamos colher o que semeamos. – "Vão morrer nada", disse a serpente a Eva...

d.    Ele trabalha para que a ignoremos por falta de vontade / por preguiça

e.    Ele trabalha para que a ignoremos por acomodação ao mundo

05. E aí, de repente, nos vemos trilhando, tranquilamente, por caminhos opostos à vontade de Deus revelada em Sua Palavra, às vezes explicitamente e às vezes implicitamente.

a.    Para muita gente de igreja hoje, ter uma vida sexual ativa mesmo não sendo casado, é algo normal e que não tem nenhum problema. Bem, aprenderam isso em algum lugar e com alguém, mas eu posso afirmar que não foi na Bíblia e nem com Deus;

b.    Para muita gente de igreja hoje palavras como perdão, comunhão e amor parecem nem constar das sagradas escrituras;

c.    Muita gente de igreja hoje não consegue ver problemas em participar de festas idólatras, carnaval, bebidas alcoólicas (que pode ser até normal lá em Portugal, mas não no Brasil – No Brasil isso escandaliza, afasta as pessoas e denigre a igreja);

d.    Muita gente de igreja, pelo seu completo desinteresse pela igreja, parece não enxergar nas Escrituras que igreja é invenção de Jesus e que também está escrito que não se deve abandonar o hábito de se reunir como tal;

e.    Tem muita gente de igreja hoje que parece que nunca leu o Sermão da Montanha – Talvez alguns nem saibam que exista algo assim na Bíblia (Estão desculpados os bem novinhos na fé. E os não tão novinhos, mas que não sabem ler, desculpados também, mas só um pouquinho, porque estamos "carecas" de nos referir a tais textos na igreja);

f.     Tem muita gente de Igreja hoje que parece nunca ter lido Gálatas 5 ou Colossenses 3 (Novamente estão desculpados os bem novinhos na fé. E os não tão novinhos, mas que não sabem ler, desculpados também, mas só um pouquinho, porque estamos "carecas" de nos referir a tal sermão na igreja)

06. Fazer-nos ignorar a vontade de Deus; este é o grande propósito de Satanás, e eu temo que ele esteja conseguindo isso muito mais do que qualquer um de nós imagina.

07. Mas, se estivermos dispostos a nos defender, temos recurso para isso, o que é o assunto do próximo tópico.

 

IV. SUA DEFESA CONTRA SATANÁS COMO ENGANADOR: A PALAVRA INSPIRADA DE DEUS.

 

01. A sabedoria humana não é páreo para a esperteza de Satanás. Nossa única defesa segura é a Palavra inspirada de Deus. Foi essa a arma que Jesus usou quando foi tentado por Satanás no deserto:

 

“1 ¶ Então, foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo. 2  e, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome; 3  E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães. 4  Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus. 5  Então o diabo o transportou à Cidade Santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo, 6  e disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te daqui abaixo; porque está escrito: Aos seus anjos dará ordens a teu respeito, e tomar-te-ão nas mãos, para que nunca tropeces em alguma pedra. 7  Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor, teu Deus. 8  Novamente, o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles. 9  E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. 10  Então, disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a ele servirás. 11  Então, o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos e o serviram.” (Mateus 4:1-11 RC)

 

02. Agora preste bem atenção: o fato de a Palavra de Deus ser a nossa defesa coloca sobre nós algumas responsabilidades.

03. Em Dezembro (2014), mês em que comemoramos o Dia da Bíblia, estudamos Eclesiastes 12.11, que diz que “As palavras dos sábios são como aguilhões e como pregos bem fixados pelos mestres das congregações, que nos foram dadas pelo único Pastor” (RC). Consideramos que o texto literalmente fala das palavras dos sábios, mas também pode ser aplicado à Palavra de Deus já que ele é mais sábio que todos os sábios juntos. Daí pensamos nas figuras apresentadas: a do aguilhão e a do prego bem fixado. A que nos interessa aqui hoje é a do prego bem fixado. A figura indica firmeza, e significa que a Palavra de Deus sustenta firmemente aqueles que lha ouvem. Mas, vimos também:

a.    A Palavra precisa ser lida/ouvida.

b.    A Palavra precisa ser entendida, e para isso precisamos das orientações do Espírito Santo, mas temos que nos esforçar ao máximo também.

c.    Mas, acima de tudo, a Palavra precisa ser atendida. Veja com atenção o que Jesus diz no bem conhecido texto de Mateus 7:

 

“Todo aquele, pois, que escuta estas minhas palavras e as pratica, assemelhá-lo-ei ao homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha. E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e não caiu, porque estava edificada sobre a rocha. E aquele que ouve estas minhas palavras e as não cumpre, compará-lo-ei ao homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia. E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda.” (Mateus 7:24-27 RC)

 

04. Essas são as nossas responsabilidades, e talvez possamos acrescentar aqui que a Palavra precisa ser memorizada e usada, como Jesus o fez não só com Satanás no episódio da tentação, como também em várias outras ocasiões com várias pessoas. (Obviamente não toda memorizada, mas o máximo possível, segundo a capacidade de cada um).

05. Warren W. Wiersbe no livro que estamos utilizando pergunta e orienta:

 

Você sinceramente tem prazer na Palavra de Deus, ou você a lê apenas por dever? Você lê apressadamente seus “devocionais matinais”, ou reserva tempo para se alimentar da verdade divina? Avalie-se através das declarações do Salmista:

 

“Quão doces são as tuas palavras ao meu paladar! Mais doces do que o mel à minha boca.” (Salmos 119:103 RC)

 

“Antecipei-me à alva da manhã e clamei; esperei na tua palavra. Os meus olhos anteciparam-me às vigílias da noite, para meditar na tua palavra.” (Salmos 119:147-148 RC)

 

“Oh! Quanto amo a tua lei! É a minha meditação em todo o dia!” (Salmos 119:97 RC)

 

“Pelo que amo os teus mandamentos mais do que o ouro, e ainda mais do que o ouro fino.” (Salmos 119:127 RC)

 

“Melhor é para mim a lei da tua boca do que inúmeras riquezas em ouro ou prata.” (Salmos 119:72 RC)

 

Eis aí um santo que preferia a Palavra de Deus ao alimento, ao sono ou ao dinheiro! Cedo de manhã e tarde da noite ele meditava na Palavra de Deus e enriquecia a sua alma. É esse tipo de cristão que tem a capacidade de usar a Palavra de Deus para derrotar satanás e suas mentiras.

 

... A mente do crente deve se tornar um “computador espiritual”. Deve ficar tão saturada com as Escrituras que, ao enfrentar uma decisão ou uma tentação, automaticamente se lembre das Escrituras que se relacionam com essa situação em particular. É ministério do Espírito Santo fazer-nos lembrar da Palavra quando precisamos dela (João 14.26)... Mas, o Espírito de Deus não pode nos fazer lembrar de uma coisa que não aprendemos! É preciso, primeiro, que você permita que Ele lhe ensine a Palavra. [Depois], você deve memorizar [guardar na memória]... Então o Espírito poderá lembrá-lo do que você aprendeu e você poderá usar essa verdade para enfrentar satanás... O Espírito de Deus vai capacitá-lo a usar a Palavra de Deus na luta contra [o enganador Satanás]... Satanás gosta de pegar versículos, retirá-los do contexto e usá-los para “provar” suas falsas reivindicações. Eu e você, [então], devemos ter um conhecimento de toda a escritura para detectar as mentiras de satanás e derrubá-las.

 

06. Como é importante nós estarmos com a nossa mente “repleta” da Palavra de Deus! E como é fácil nós nos desviarmos dessa necessidade e a termos “repleta” de outras “palavras e imagens” – das novelas, dos filmes, dos livros, das revistas, da “rede mundial de computadores”, do mundo... Não que essas coisas sejam ruins em si mesmas; há muita coisa “aproveitável”, porém, não em detrimento da Palavra de Deus. E se dermos atenção a elas em detrimento da Palavra de Deus já perdemos; não sairemos vitoriosos quando satanás nos quiser enganar.

07. Encha a sua mente com a Palavra de Deus. Não se importe com o que os outros vão pensar de você, que você é uma espécie de fanático, por exemplo... Importa o que Deus pensa de você; e importa vencer o nosso adversário enganador.

 

CONCLUINDO

 

01. Paulo, escrevendo a Timóteo, tanto na primeira quanto na segunda carta, o alerta quanto ao fato de que a operação do erro, o engano satânico, está e estará presente no mundo. N primeira carta ele diz que “o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios,” (1 Timóteo 4:1 RC). E na segunda carta, assim ele se expressa: “Conjuro-te, pois, diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu Reino, que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.” (2 Timóteo 4:1-5 RC)

02. Satanás enganador está operando neste mundo, e vai continuar até que Deus não mais o permita. Ele é hábil na arte do engano; seu alvo é a nossa mente; sua arma é a mentira; seu propósito é nos fazer ignorar a vontade de Deus, a Sua Palavra. E sabe por que seu propósito é nos fazer ignorar a Palavra de Deus? É porque é justamente ela a nossa defesa contra seus enganos, conforme vimos. Então, não a ignoremos; pelo contrário:

a.    Leiamos/ouçamos a palavra;

b.    Esforcemo-nos por entendê-la;

c.    Sejamos obedientes a ela;

d.    Esforcemo-nos por memorizá-la para a utilizarmos sempre que necessário;

e.    Façamos com que a nossa mente fique repleta da Palavra de Deus.

03. Amém!

 

Muqui – Setembro de 2015